"Certos pavões escondem de todos os olhos a sua cauda - chamando a isso o seu orgulho." F. Nietzsche

29.6.11

Meu Brasil Brasileiro...


Acompanhei a notícia de um muro que caiu em cima de três crianças, causando a morte de duas delas. As crianças em questão estavam apenas brincando quando o muro, em péssimo estado, desabou sobre elas.
Como não enxergar o problema?
Como não ver que se o muro não estivesse daquele jeito nada disso teria acontecido?
Inacreditavelmente, há pessoas que pensam que a culpa é delas "se elas não estivessem lá não teriam morrido". Claro, a culpa é delas e das mães...
Não!
A culpa é de algo chamado POBREZA.
Elas não tinham dinheiro para ir à um parque de diversões-como os filhos desses bandidos eleitos- ou para algum outro lugar...
A única diversão era brincar na rua, perto desse muro!
Quem pode culpá-las por se divertirem?
Recentemente fiz um trabalho sobre desigualdade nas áreas de lazer.
Muitos pensam que áreas de lazer são apenas playgrounds ou parques aquáticos..., mas esquecem que todos querem ( merecem!) ter lazer e acabam em laguinhos poluídos, ruas onde muros estão caindo, ruelas de favelas, onde é extremamente fácil "encontrar" uma "bala perdida", entre outros lugares.
Essa não foi a única notícia que acompanhei...
Um sujeito roubou cuecas e pegou sete anos de prisão!
Legal, afinal foi furto, mas no mesmo dia um traficante foi pego e levou apenas cinco anos de prisão!
Quem apresenta mais risco à uma sociedade? Um ladrãozinho de cuecas ou um traficante armado?
Creio que não preciso responder!
O problema das leis é que elas não prestam!!!                                      
Não beneficiam quem merece ser beneficiado: nós, "cidadãos do bem."
Deviam entender que há pessoas que roubam porque querem sobreviver, como é o caso de uma mulher que foi pega furtando margarina de um mercado, há uns anos atrás, para que seus filhos tenham com o que comer pão!
Ela não deveria ter sido presa!
Alguém que furta apenas por egoísmo e ganância deveria ser preso, não uma mãe de família desesperada para alimentar seus filhos...                                  
Onde está a justiça nisso?
E a questão da violência???
Como podemos nos sentir livres, se precisamos sair com medo de sermos assaltados?
Se nos trancamos em casa com medo?
Se vivemos com medo...?
Essa pseudo-liberdade nos escraviza ao invés de nos libertar.
Não consigo enxergar o Brasil como um lugar pacífico para se viver...
Não mesmo...

Nenhum comentário: